White rock by Michael Reichmann

branca pedra
por madalena pestana

"Vou-lhe dizer um grande segredo, meu caro. Não espere o juízo final. Ele realiza-se todos os dias." "La Chute" - Albert Camus

Portugal

12 setembro 2005

que medo de tocar-te!


medo de que desaparecesses como tinhas surgido. medo de te perder por te tocar. medo de descobrir que não eras real.

antes não fosses!

não, perdoa meu amor. minto só porque te sofro a ausência. nada de melhor tive na vida, nada!

não resisti e estendi-te a mão aberta. ao receber a tua, dei comigo a falar como se fossemos amantes desde sempre:

- nunca me recuses a mão quando te der a minha, por favor!

ficaste subitamente séria. desceste do carro resvalando ao longo do meu corpo e respondeste mansamente:

- nunca.

depois? depois ensinaste-me todos os caminhos, não só o do hotel.
que foi que juntos não percorremos, diz-me!


Sea-Rocks-Gerald Robinson


tanta coisa poderiam contar da nossa loucura de anjos soltos das regras dos deuses. foram eles. sim foram os deuses gulosos de ti que te levaram, não vejo outra razão, não vejo outro lugar onde possas estar longe de mim.

foge-lhes, Ada, foge aos teus desuses outra vez e volta. foge!

o silêncio daquela antemanhã que a névoa prolongava pareceu ficar mais denso. nem o som da folhagem ele ouvia. nem o piar das aves que aprendera a escutar, nem os saltos de esquilo, nem as ondas. não, nesse momento, nem as ondas nas rochas conseguia ele ouvir.


5 pedradas:

Blogger Mocho Falante atirou...

Ora aqui está um bel texto acompanhado por fotos fantásticas!!!!!
gostei muito de ler


Beijocas

13/9/05 12:09 da manhã  
Blogger wind atirou...

Estou a delirar com esta "estória" e a maneira como está escrita. A imagem é muito linda:) bjs

13/9/05 12:17 da manhã  
Blogger Lumife atirou...

Estás a ver aquele sorriso largo (será de felicidade?) que nos rasga o rosto quando pressentindo estarmos junto de um amigo e não o vendo se vem a confirmar essa presença?

Pois calcula como eu fiquei... Porque para mim os amigos contam muito e sinto a sua ausência.

Assim a blogosfera voltou a ter nova cor.

Beijos.

13/9/05 9:03 da manhã  
Blogger batista filho atirou...

... saboreando cada nova página...

13/9/05 12:30 da tarde  
Blogger Dizzie atirou...

"desceste do carro resvalando ao longo do meu corpo e respondeste mansamente:- nunca.depois? depois ensinaste-me todos os caminhos, não só o do hotel.
que foi que juntos não percorremos, diz-me!"

dos almas que se pertenescen...y al mismo tiempo a nadie pertenescen...:(

pero nada se perdio...aun mas esta para llegar :)

14/9/05 2:27 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home