White rock by Michael Reichmann

branca pedra
por madalena pestana

"Vou-lhe dizer um grande segredo, meu caro. Não espere o juízo final. Ele realiza-se todos os dias." "La Chute" - Albert Camus

Portugal

13 setembro 2005

escreveu longa, aceleradamente.

a mão rápida, uma ruga funda na testa. mais nenhuma expressão.

esvaziada a memória. fechou o diário e ao fazê-lo viu cair um cartão, uma foto que apanhou e demorou a olhar.


serius portrait by emil schildt

tão linda meu amor. que sorte tive. que fiz eu para merecer a perfeição?

foi esse o meu pecado? querer-te minha? podes crer voltaria a pecar vezes sem conta. mas se não posso ter-te para quê olhar um rosto de papel que amarelece já. estás bem mais viva em mim. estarás sempre.

silhoue t- paa-klippe

enquanto olhava ainda, com ternura, o rosto de Ada, acendeu o último cigarro que restara. fumou-o devagar. depois fechou a foto no diário.

como num ritual subiu ao ponto mais alto dos rochedos e atirou à água tudo o que escrevera.

de uma vez se juntam realidade e lenda. se é como dizem e és já onda ou rocha aqui vai tudo o que contigo vivi senti sonhei. guarda-o contigo meu amor, até ao reencontro.

nem se ouviu a queda na água de tão grande a distãncia.

o homem começou a descer. cansado. lentamente.

11 pedradas:

Blogger wind atirou...

Esta "estória" está maravilhosa:) A 1ª imagem é lindíssima! bjs

13/9/05 11:36 da tarde  
Blogger adesenhar atirou...

esta nova "fase" vem cheia de encanto :)
- branca pedra - espero que para durar e ficar de "pedra e cal". :)

notinha: creio que tens de rever outra vez o template, a abertura continua lenta :)

bjs
:)

14/9/05 12:25 da manhã  
Blogger Mocho Falante atirou...

Bom

adorei simplesmente o texto está muito bom...parabens

dica: adesenhar tem razão, não está fácil abrir o blog

14/9/05 12:35 da manhã  
Blogger Lumife atirou...

Como nos enfeitiças com tuas as palavras. Mas espero que não fique por aqui.

Bjs.

14/9/05 1:10 da manhã  
Blogger paper life atirou...

Olá, boa noite, não foi só o meu blog, eu não consegui senão entrar em dois. Talvez seja do blogger ou da hora.

Obrigada pelas palavras.

Lumife, isto não vai ser um romance, um contozinho apenas...

Se houver cabeça e engenho outros virão (ou não).

;) Bjs

14/9/05 1:35 da manhã  
Blogger batista filho atirou...

... quando o narrador finalizava, às vezes não tínhamos uma noção muito clara disso... quiserámos que o desfecho fosse de outro modo... ou nos recusávamos a aceitar que num virar de costas, num fechar de boca houvesse um "fim", quando dentro de nós a história clamava por continuação... mas desde aquela época aprendi que nada é o que parece - ou o que gostaríamos que fosse. De todo modo a narrativa alcançara o seu objetivo. Ficáramos em suspenso.

14/9/05 9:40 da manhã  
Blogger Papo-seco atirou...

“...o homem começou a descer. cansado.”

Como eu o compreendo

Recentemente perdi uma afilhada, e...

Como eu o compreendo

14/9/05 9:49 da manhã  
Blogger paper life atirou...

Lamento a tua perda, papo-seco, lamento mesmo!

Um abraço.

14/9/05 11:13 da manhã  
Blogger Yardbird atirou...

Ai, mulher, tu dás cabo de mim, fazes-me andar numa fona á tua procura LOL!!!
Gostei do texto. Mas não é habitual? :-)
Beijinho meu

14/9/05 1:18 da tarde  
Blogger Dizzie atirou...

-Humm...el tiempo!
El misterio de la vida!
El no quedo...
"podes crer voltaria a pecar vezes sem conta."

Que previlegio de tener vivido asi una hitoria!!

Muchos ni siquier tienen eso, no que reconforte mas, pero la vida tiene sus misterios.

"o homem começou a descer. cansado. lentamente."...

14/9/05 2:44 da tarde  
Blogger Dilbert atirou...

Oi Maria Pedra, este teu novo blog está fenomenal... intenso :)
Este Post em concreto é lindissimo e apaixonante.
Jinhos

14/9/05 4:21 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home