White rock by Michael Reichmann

branca pedra
por madalena pestana

"Vou-lhe dizer um grande segredo, meu caro. Não espere o juízo final. Ele realiza-se todos os dias." "La Chute" - Albert Camus

Portugal

19 setembro 2005

até que enfim, partida!

great train photo


só me faltava passar a noite naquela estaçãozinha imunda.

gosto de comboios. gostei sempre. ficava era a vê-los partir, nunca partia. sonhava. sonhava tanta coisa! agora viajo sem sonhos na bagagem. mas viajo. forçada, mas viajo.

eu, forçada! é de espanto sobretudo para mim que me conheço bem. mas é verdade e nunca vale a pena fugir à verdade. ela mais tarde ou mais cedo ataca e pelas costas.

estou cansada de esperar na estação. era, se não me engano, a única mulher no meio daquele monte de gente mal educada e mal lavada.

os ricos não são felizes, dizem. talvez não. mas só porque a felicidade não se vende. o resto é conversa de pobre a fazer de conta que é feliz.


train-station Doug Meredith

aquela estação! e o comboio com horas de atrazo. e eu sem sequer ter para onde voltar.

o melhor é procurar maneira de comprar qualquer coisa para comer ou ainda acabo cheia de pena de mim. era o que me faltava!

mas eles que me esperem. eu volto. e vou voltar bem por cima. tenho de fazer nem que seja isso nesta vida.

nem que viva apenas com o sonho de voltar.

pronto, arranjei um sonho. nada mau pra início de viagem sem destino, nada mau.

8 pedradas:

Blogger batista filho atirou...

Cheguei com a madrugada... não sei se parto... ou se me reparto: uma parte vai, a outra fica. Fico, por enquanto. Que aglomerado é aquele? Vou me aproximar. É uma contadora de histórias: que bom!... vou ficando...

19/9/05 5:42 da manhã  
Blogger wind atirou...

Começa com muito interesse este conto e com belas imagens:) bjs

19/9/05 10:03 da manhã  
Blogger Furão atirou...

...
Quero gozar o repouso da gare da alma que tenho
Antes de ver avançar para mim a chegada de ferro
Do comboio definitivo,
Antes de sentir a partida verdadeira nas goelas do estômago,
Antes de pôr no estribo um pé
Que nunca aprendeu a não ter emoção sempre que teve que partir.
...

Partir!
Nunca voltarei,
Nunca voltarei porque nunca se volta.
O lugar a que se volta é sempre outro,
A gare a que se volta é outra.
Já não está a mesma gente, nem a mesma luz, nem a mesma filosofia.

Partir! Meu Deus, partir! Tenho medo de partir!...

(Álvaro de Campos)

Viste-o por acaso do outro lado da gare, no outro apeadeiro? Não creio. Já partiu. Mas eu não. Vou ficar na gare. Quero saber onde me (nos) levas.

Bjs

19/9/05 1:32 da tarde  
Blogger ognid atirou...

e eu á estou na estação também. apanho este comboio em que tu és maquinista e vamos ver o sonho :) beijos minha Irmã

19/9/05 2:55 da tarde  
Blogger Papo-seco atirou...

Já comprei bilhete

eles agora vendem on-line

escolhi um lugar junto à janela e não muito longe do bar

tenho umas sandes de mim mesmo

estou pronto

não me importo de esperar

há esperas que compensam

:)

19/9/05 3:18 da tarde  
Blogger Lina atirou...

Vou contigo nessa viagem e ao ler-te lembrei-me da subida do douro num combóio que pára em todas as estações e apiadeiros e da descida rio abaixo.
Beijo grande

Bolas, o meu teclado anda a comer palavras :)

19/9/05 5:35 da tarde  
Blogger Dizzie atirou...

-yo adoro viajar...tb de tren...los sueños, siempre estarna presientes :)

besitos, Pedra :)

19/9/05 8:32 da tarde  
Blogger romero atirou...

Los verdaderos viajeros son los que viajan sin viajar. Voy abrir la ventanilla de tu lado para empiezarmos el viaje de tren:)
besito

19/9/05 9:08 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home